Se você pretende imigrar para o Canadá a hora é agora!

Muitos brasileiros sonham em imigrar para o Canadá e, se você faz parte desse grupo, saiba que este é o momento ideal para isso. Por conta de algumas mudanças nos processos de imigração — causadas pela necessidade econômica do país — nos próximos anos será bem mais fácil.

Quer entender melhor o assunto, descobrir o que é necessário para mudar para o Canadá e por onde começar? Continue a leitura!

Necessidade de movimentação da economia canadense

De acordo com um relatório da Conference Board of Canada (CBC), serão necessários, em média, 450 mil novos moradores por ano até 2021. Isso porque a população com mais de 65 anos está crescendo, ao mesmo tempo em que a natalidade diminuiu e existem poucas pessoas em idade para trabalhar.

Tais estatísticas trazem a necessidade de buscar imigrantes qualificados para injetar dinheiro na economia canadense.

Falta de mão de obra qualificada

O Canadá não é um país muito populoso, ainda que seja o segundo maior em belezas naturais e com um padrão de vida muito elevado.

Em algumas áreas falta mão de obra qualificada, como é o caso da construção civil, no setor de tecnologia (profissionais de TI, programadores, etc.) profissionais de serviços gerais, enfermeiros, médicos, entre outros.

Tais motivos acabam impulsionando a necessidade de trazer imigrantes para suprir as demandas, inclusive para trabalhar aqui. Isso não é algo novo, na verdade, o Canadá é um dos países mais receptivos para imigrantes, incluindo brasileiros.

Facilitação do processo de imigração

O processo de imigração é calculado por pontos baseados em exigências e categorias. A pontuação máxima é de 1200 e quanto maior o número do aplicante, mais chances de receber a Invitation to Aply (ITA) e imigrar.

Entre os fatores levados em consideração estão: o domínio da língua (inglês ou francês), formação superior, idade, boa saúde e recursos financeiros para se manter no país.

Para conseguir atingir o objetivo de fazer com que a população do Canadá chegue a 42 milhões em 2030, será necessário que os imigrantes representem 1% desse total. Uma das formas de bater a meta é facilitando a entrada de imigrantes no país, o que já começou a ser feito há algum tempo.

Para se ter ideia, em 2015, para conseguir imigrar para o Canadá por meio do Express Entry era necessária uma pontuação de cerca de 450 a 470 (uma pontuação alta) e até o final de 2016 a entrada era mais controlada pelo governo, que tinha também outro programa de imigração funcionando paralelamente.

A partir de 2017, somente o Express Entry passou a ser utilizado e a média da pontuação baixou para 413. Além da redução da pontuação necessária, também houve uma diminuição no tempo de processamento para as aplicações de residentes permanentes.

Em 2017 o período reduziu de 26 meses para 12 meses e tende a diminuir. Além disso, o governo canadense quer criar mecanismos melhores com as províncias para aumentar as possibilidades e os caminhos da imigração.

No entanto, para conseguir calcular a pontuação e realizar todo o processo de imigrar para o Canadá com êxito, o auxílio profissional é extremamente importante.

A Canada Intercambio oferece todo o suporte necessário para que você e sua família imigrem com tranquilidade e segurança. Entre em contato conosco e confira!