Por que os canadenses são menos corruptos?

Por que os canadenses são menos corruptos?

Essa semana saiu a notícia de que o Canadá é o 9º país menos corrupto do mundo, de acordo com uma pesquisa feita pela Transparency Internacional (uma espécie de Portal Transparência Internacional) – que é uma organização sediada na Alemanha cujo objetivo é tornar o mundo mais transparente e menos corrupto. O Brasil ficou na posição 79, mais ou menos no meio do caminho dos 176 países analisados. Os campeões foram a Dinamarca e a Nova Zelândia. Mas vamos falar sobre o Canadá.

 

Por que os canadenses são menos corruptos? Uma das características do Canadá é o senso de comunidade, o costume de pensar no coletivo. Se você teve aulas de cidadania na escola, deve ter ouvido bastante o termo “direitos e deveres”. Aqui isso é muito forte. Vai desde não jogar lixo na rua, a coisas do cotidiano como entrar e sair livremente de um estacionamento pago sem catracas, produtos expostos fora do supermercado que não são roubados e as milhares de histórias que ouvimos e vemos de objetos que ficam semanas no lugar perdido esperando o dono voltar – se você esquecer seu casaco na praça e voltar dias depois, provavelmente ele estará ali no mesmo lugar esperando por você.

 

Não que o Canadá seja uma versão de mundo perfeito, pois não é. Aqui há sim furtos nas grandes cidades, e já tivemos casos de alunos que tiveram a mochila roubada em um barzinho por exemplo. Isso porque ter cuidado é necessário em qualquer lugar, pois estamos lidando com diferentes tipos de pessoas, nacionalidades e caráter. Mas o senso coletivo impacta positivamente a vida de todos que têm o privilégio de morar aqui e acaba refletindo em toda a sociedade canadense, sejam as crianças, jovens, adultos, idosos, trabalhadores da rede privada, de órgãos públicos e em cargos mais elevados, incluindo os políticos.

 

Segundo a pesquisa do Transparency International, “os países mais bem classificados tendem a ter graus mais elevados de liberdade de imprensa, acesso à informação sobre as despesas públicas, padrões mais fortes de integridade para funcionários públicos e sistemas judiciais independentes”, mas o que faz um país ser menos corrupto é, principalmente, a diminuição da desigualdade social. Segundo a organização, a própria desigualdade social já dá indícios de corrupção.

 

“Em muitos países, as pessoas são privadas de suas necessidades mais básicas e vão para a cama com fome todas as noites por causa da corrupção, enquanto os poderosos e corruptos desfrutam de estilos de vida luxuosos com impunidade”, disse José Ugaz, presidente da TI.

 

Diferente do Brasil, o Canadá foi uma colônia de povoamento. O senso coletivo já foi instaurado desde o começo, enquanto a desigualdade do Brasil já era vista com os milhares de escravos indígenas, além dos que chegavam da África.

 

O Primeiro Ministro canadense, Justin Trudeau, venceu as eleições com a principal promessa de trazer mais igualdade aos canadenses. Em seu primeiro ano, ele reduziu os impostos das classes médias e baixas, e aumentou o valor do subsídio das famílias de baixa renda – uma espécie de bolsa família. O objetivo é que todos os canadenses tenham acesso às mesmas oportunidades e desfrutem da mesma qualidade de vida. Muito legal, né?

Esse é o Canadá que tanto amamos e respeitamos, orgulhosamente o 9º país menos corrupto do mundo. E que continuemos assim!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *