Mulheres Empreendedoras do Canada

Mulheres Empreendedoras do Canada

A luta das mulheres por seus direitos civis e políticos já lhes garantiu diversas conquistas que hoje correspondem à grande representatividade feminina na economia e no desenvolvimento sustentável de toda a sociedade, algo revolucionário para a história da humanidade sob diversos aspectos.

Neste 8 de março, o mundo celebra o Dia Internacional da Mulher e a Canada Intercambio traz um artigo especial sobre esta data tão importante e significativa na busca pela igualdade que aproximará cada vez mais as mulheres dos sonhos e projetos que elas desejam realizar.

 

A situação da mulher no Canadá

O Canadá é reconhecidamente um dos melhores países para o empreendedorismo feminino e o que não faltam são exemplos de como o cenário econômico canadense é favorável ao talento das mulheres no mundo dos negócios.

A história de lutas pelos direitos das mulheres no Canadá registra uma série de conquistas que hoje podem ser reconhecidas em diversos setores da sociedade, como em 1918, com a garantia do poder de voto e em 1929 com o direito de assumirem cargos no Senado quando eram consideradas “indigentes” pela Constituição do Canadá.

Em 2012, por exemplo, o país foi eleito o melhor lugar do mundo para ser mulher, a frente de outras nações de potência econômica e de elevado Índice de Desenvolvimento Humano, tais como a Alemana, a Austrália e a França. Na mesma relação, o Brasil ocupou o 11° lugar no ranking.

Com a participação cada vez mais evidente da mulher na sociedade, houve uma mudança na estrutura familiar canadense que a partir de 1992 já não seguia totalmente o padrão , considerado como “exemplar” no Brasil por muitas décadas (o homem trabalhava e a mulher cuidava da casa e dos filhos). No Canada nesta época apenas 16% das famílias se enquadravam neste estilo de vida.

Hoje, é crescente o número de mulheres que são chefes de família no Canadá. As conquistas que elas obtiveram com suas lutas e também pelas leis que lhes asseguram direitos fundamentais para o aumento da independência financeira, e do empreendedorismo feminino, em solo canadense.

 

A representatividade da mulher na economia canadense

A população do Canadá é praticamente dividida entre homens e mulheres, o que em parte contribuiu para a necessidade de políticas que hoje garantem uma maior representatividade feminina na economia local.

Atualmente, as mulheres são 45% da mão-de-obra do país, com destaque para o empreendedorismo e para a participação em atividades operacionais que até então eram tidas como “trabalho de homem” por grande parte da sociedade.

mulheres trabalhando canada

 

Empreendedorismo feminino no Canadá

O número de mulheres que estão a frente de empresas de grande impacto para a economia do Canadá representa uma grande mudança nas relações internas e externas do país, sobretudo na conquista da igualdade de gêneros em todas as questões relacionadas ao mercado de trabalho (salários, condições de trabalho, planos de carreira, etc).

Uma das iniciativas fundamentais sobre o empreendedorismo feminino no Canadá é o reconhecimento do valor da mulher como líder empresarial na tomada de decisões que definem o sucesso de seus respectivos negócios.

Em 2016, a presidente e fundadora da Canada Intercambio, Rosa Maria Troes, foi reconhecida (pela segunda vez) como uma das 100 empreendedoras de maior sucesso do Canadá, ocupando a 67ª posição da lista produzida pela PROFIT em parceria com a Canadian Business e a Chatelaine.

rosa canada intercambio

O ranking mostra a diversidade de negócios que hoje são dirigidos por mulheres no Canadá. Empresas de marketing, logística, vestuário, artigos fitness e alimentação saudável aparecem nas primeiras posições, o que demonstra o quão ampla e importante é a participação das mulheres para o desenvolvimento do empreendedorismo no Canadá.

 

Ongs em defesa dos direitos das mulheres no Canadá

Existem mais de 70 grupos ativistas dos direitos das mulheres no Canadá, além de Ongs que promovem a educação, a cultura e a consciência política ao público feminino.

Uma das mais conhecidas é a LEAF, fundada em 1985 por um grupo feminista que promove diversas ações sociais para jovens e mulheres vítimas de algum tipo de violência ou mesmo que desejam dividir suas experiências e conquistas contra o machismo e o preconceito de gênero.

Outra organização feminista popular no Canadá é a AWID (Women’s rights) que conta com diversos eventos que estimulam o empreendedorismo entre suas participantes, entre eles o treinamento sustentável sobre investimentos em agricultura e vídeo conferências que orientam como agir em casos de violência no trabalho.

Vale muito a pena conhecer os trabalhos destas e de tantas outras entidades que defendem os direitos das mulheres no Canadá, tais como a Canadian Women, a Sigi (The Sisterhood Is Global Institute) e a CRIAW-ICREF (Canadian Research Institute for the Advancement of Women).

Nós, da Canada Intercambio, celebramos esta data com muita alegria e esperamos que todas as mulheres do mundo consigam realizar seus sonhos e tenham seus direitos respeitados em todas as esferas da sociedade.

Que esse ano seja de muito sucesso e de muitas conquistas para todas nós, que trabalhamos, estudamos e que estamos sempre prontas para os desafios da vida.

Happy International Women’s Day!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *