Como funciona o Estudo e Trabalho no Canadá?

Muitos brasileiros têm interesse em passar um tempo fora do país por diversos motivos, como ganhar experiência, melhorar o currículo e conhecer outra cultura. Uma possibilidade que vários consideram é a de estudo e trabalho no Canadá!

Existem diversos programas no país, com focos diferentes, feitos para agradar objetivos e expectativas distintas. Para saber qual se enquadra melhor com o que você deseja e o que é necessário para iniciar sua aventura, confira nesse post algumas opções de intercâmbio no Canadá!

Possibilidades de estudo e trabalho no Canadá

Estudantes e profissionais vão para o país para fazer cursos de idiomas, graduações e especializações. Boa parte tem interesse em trabalhar também enquanto está fora, seja para ganhar experiência na área ou para conseguir um dinheiro extra na renda. Contudo, não são todas as opções que permitem que o estrangeiro faça os dois.

Aqui vamos focar em duas alternativas que autorizam a união de estudo e trabalho no Canadá: a Career College e o College. Antes de iniciar, uma observação: para atuar no mercado de trabalho canadense é necessário ter um diploma do Ensino Médio e o nível de inglês Upper Intermediate. Além disso, diferente do Brasil, as instituições de ensino aqui são pagas. Agora veremos qual intercâmbio você se encaixa melhor!

Career College

Esse programa é voltado para quem já possui uma graduação e deseja aperfeiçoar seu currículo, seja com uma especialização ou um emprego internacional. Ele é indicado para quem quer entrar rápido no mercado de trabalho. Por isso, é indicado para quem possui inglês no mínimo de nível intermediário.

Existem opções de cursos para várias áreas, como marketing, administração, publicidade, TI, entre outros. Inclusive, o país tem uma grande demanda para profissionais de determinados campos, como informática, design, engenharia e marketing.

Por ser uma formação profissionalizante, não é indicado fazer o mesmo curso da graduação ou pós nesse programa, pois os conhecimentos passados são do nível da graduação. Então, se você fez hotelaria, por exemplo, pode fazer uma especialização para melhorar suas aptidões de hospitalidade. A duração do ensino pode ser de 6 meses até 2 anos, variando de acordo com sua preferência.

A maioria dos planos aqui oferece ao aluno o “co-op”, que é equivalente ao estágio dos universitários lá no Brasil. Ele nem sempre é remunerado e, geralmente, é realizado depois da conclusão do curso. Para participar, o estudante deve se cadastrar na escola, além de ter notas acima da média.

É importante prestar atenção, pois a Permissão de Trabalho (Work Permit) no Career College é concedida somente para alguns cursos que duram, no mínimo, 6 meses. Antes de se inscrever, veja quais dão ou não essa permissão.

College

Nesse plano, o aluno pode fazer uma graduação, pós ou MBA em um College, ou em uma universidade canadense. Para ingressar em uma instituição, é preciso cumprir alguns requisitos, como ter o nível de inglês avançado comprovado por um exame de proficiência.

Se quiser trabalhar, o estudante deverá esperar os 6 meses de ensino para adquirir a permissão para ter um serviço por meio período (equivalente a até 20 horas por semana). Esse atua somente como um complemento da renda, então os trabalhos disponíveis são em restaurantes e lojas, por exemplo. O salário é cerca de CAD$12 por hora. O “co-op” também costuma ser oferecido aos alunos desse programa, com as mesmas condições pedidas na Career College.

Uma observação importante para quem está pensando em fazer o College no Canadá: além de o estudante poder ter um serviço de até 20 horas semanais, se o cônjuge dele for junto e não estiver em um curso, ele pode trabalhar em período integral (40 horas por semana).

Indo sozinho ou acompanhado

Certas pessoas ainda têm aquela velha ideia de que intercâmbio é somente para os jovens e recém-formados. As possibilidades de programa mostram que isso não tem nada a ver! Hoje, um estudante pode ir sozinho ou levar a família, se assim desejar.

Para quem vai desacompanhado, é recomendado ficar em um homestay ou em uma residência estudantil. No primeiro local você pode escolher se quer um quarto privativo e ainda tem a experiência de viver com uma família canadense. No segundo, o estudante tem mais liberdade para fazer suas refeições e horários, em geral. Não se esqueça de que essa opção costuma ser mais cara que a homestay.

Quem opta por levar a família, tem que fazer um planejamento um pouco mais elaborado. Os pais podem optar por alugar um apartamento ou uma casa na cidade, sendo que a primeira opção, geralmente, sai mais em conta. É importante considerar a localização do imóvel e o que você espera dos arredores.

Deve haver supermercados e áreas de lazer por perto? É essencial para a família ficar perto da escola (dos pais ou dos filhos)? O preço também depende do local: residências centrais, normalmente, são mais caras e as afastadas, mais baratas. Outra questão a planejar é a educação das crianças.

O responsável que vai fazer o programa do College, pode matricular seu filho em uma escola pública canadense, desde que a criança tenha mais de 5 anos. Se não, os pais terão que pagar uma creche, como fazem os nativos. Se o programa escolhido for o Career College e não houver Permissão de Trabalho para o estudante, ele terá que pagar a escola pública para os filhos.

O custo de vida no Canadá

Além de se planejar para pagar os estudos, o intercambista deve pensar nos gastos que terá no dia a dia. A boa notícia é que quando comparamos com outros destinos, como Inglaterra e os Estados Unidos, o Canadá tem um custo-benefício mais atrativo! A moeda estável dá ainda mais segurança para quem pretende viver por aqui.

O salário mínimo é calculado por hora e varia de acordo com a província, mas o valor da hora fica em torno de CAD$13. Dependendo da cidade, o custo de vida também varia, por isso vamos dar alguns exemplos de Toronto e Vancouver.

Na maior cidade do país, o aluguel de um apartamento de um quarto custa, em média, 1.700 dólares canadenses. O passe mensal de transporte (metrô e ônibus) equivale a CAD$146, 25. Uma refeição em um restaurante médio fica entre CAD$15 e 45. Já em Vancouver, a moradia custa cerca de CAD$1.350. O metrô fica em CAD$98 por mês e uma refeição em um restaurante pode sair por CAD$12 até CAD$30.

Para fazer um intercâmbio de estudo e trabalho no Canadá, é necessário pesquisa, descobrir o que combina mais com você (e sua família) e planejamento! Que tal entrar em contato conosco e receber uma grande ajuda nesse processo?