Afinal, quanto se gasta para mobiliar a casa no Canadá?

É preciso muita determinação para ir a um novo país, se desfazer de tudo, alugar ou comprar uma casa e providenciar novos móveis. Ainda mais quando não se sabe quanto isso custará. Se você está nesta situação e quer saber quanto é preciso para mobiliar a casa no Canadá, não se preocupe.

Com um pouco de planejamento e organização tudo pode ser resolvido sem problemas. Continue a leitura e confira as dicas e informações que trouxemos neste artigo!

Lojas para comprar móveis e utensílios com custo baixo

Antes de indicarmos os valores, é importante que você saiba onde comprar os móveis, acessórios e utensílios para a casa. As opções mais famosas são a Ikea e a Dollarama. Conheça um pouco sobre ambas:

Ikea

Uma empresa sueca que comercializa tudo o que você precisa para montar a sua casa, a um preço mais acessível. Vende de desde camas, sofás e mesas até talheres, plantas, e alguns itens de comida. Existem produtos de diversos preços, e você encontra móveis a partir de CAD$10. É possível realizar as compras pela internet ou em lojas físicas.

Nas lojas físicas, todo o serviço é feito pelo cliente, que anota os códigos e a localização dos produtos, busca no estoque, coloca no carrinho e paga.

A entrega é possível, mas custa por volta de $99. A montagem também é paga à parte, porém tem um valor salgado. A maioria das pessoas compra os móveis e monta sozinho. As caixas vêm com instruções e com todas as peças necessárias, como pregos e parafusos.

Dollarama

Muito conhecida no Canadá, a Dollarama é uma “dollar store” e comercializa produtos com custo baixo. É um equivalente as “lojas de 1 real” do Brasil. É ideal para utensílios de cozinha, presentes, objetos de decoração e, enquanto muita gente ama pelo custo, há também quem não goste pela qualidade dos produtos.

Além dessas duas opções você também pode consultar valores em lojas como a Stokes, a Structube, o Walmart, a Home Sense e várias outras.

Móveis doados e de segunda mão

A doação de móveis é comum por aqui, portanto, você pode pesquisar pessoas que estejam doando móveis em grupos de Facebook (existem muitos grupos de brasileiros) ou em sites como o Craigslist e o Kijiji — ambos os sites são de classificados onde você encontra de tudo.

Algumas igrejas também comercializam móveis de segunda mão por valores pequenos, vale a pena procurar.

Valores médios dos móveis

Os valores variam muito conforme a loja e as promoções. Consultamos alguns deles na Ikea para que você possa ter uma noção do quanto gastará:

• cama de casal: $119 a $618;
• colchão de casal: $299 a $549;
• guarda roupas: $149 a $537;
• escrivaninha: $69 a $659;
• cadeiras de escritório: $17 a $239;
• mesa de jantar: $103 a $1.255.

Como você pode ver, existe uma diferença muito grande entre os valores. Há quem consiga mobiliar um apartamento inteiro com itens novos como sofá, colchão, cama, mesa, banho e televisão por $3.000.

Vale ressaltar que os produtos no Canadá recebem uma taxa calculada no momento da compra. Além disso, a maioria das casas alugadas já vêm com eletrodomésticos básicos como geladeira, fogão, lava-louças e, em alguns casos, máquina de lavar e secar roupas.

Como se organizar financeiramente para mobiliar a casa no Canadá

No Canadá, as lojas não parcelam no cartão de crédito. Algumas permitem o financiamento de compras com o cartão da loja, mas somente para pessoas com bom histórico de crédito no país — para isso é preciso ser um bom pagador e morar há pelo menos seis meses aqui.

Uma excelente dica para se organizar financeiramente é montar uma planilha com os móveis e utensílios necessários. Colocar os nomes em inglês facilita, pois na loja você pode acabar se esquecendo da tradução de um “escorredor de macarrão”, por exemplo.

Calcule o valor total médio dos produtos e controle quanto foi gasto e o que ainda falta para não perder o controle do orçamento. Lembre-se de que ainda haverá o valor do aluguel.

Tomando os devidos cuidados, é possível mobiliar a casa no Canadá com tranquilidade e evitar entrar no vermelho.

Se gostou das dicas, confira também o post que fizemos sobre o custo de vida no Canadá!